quinta-feira, 27 de maio de 2010

TEXTO DA PAIXÃO DE CRISTO DE NOVA JERUSALEM

ATENÇÃO!!! O TEXTO ESTÁ INCOMPLETO ESTOU TERMINANDO DE REDIGI-LO PARA INSERIR O RESTANTE. GRATO PELA ATENÇÃO.

Tentação no Sermão


Demônio: Jesus? Jesus de Nazaré?
Demônio: Há quarenta dias que ele ora.
Demônio: Há quarenta dias que ele jejua.
Demônio: Deve ter fome? Dar-lhe de comer?
Demônio: Se és o filho de Deus? Manda que estas pedras se convertam em pão.
Jesus: Está escrito. Nem só de pão vive o homem, mas de toda a palavra que sai dos lábios de Deus.
Demônio: Se és o filho de Deus, lança-te daqui a baixo, porque foi dito: Recomendou aos seus anjos o cuidado de ti e eles te tomaram nas mãos para que não tropeces com o teu pé na pedra.
Jesus: Também foi dito: não tentarás o senhor teu Deus.
Demônio: Eis o mundo lá, resplandecente de ouro e mármore é Roma dali Tibério domina a terra, sobre as cinzas das nações conquistadas os Césares construíram este imenso império. O ódio foi que deu isto a Roma, pois só pelo ódio se conquista e constrói.
Demônio: Junta o ódio daqueles que odeiam porque nasceram cegos, tronchos e alejados.
Demônio: Junta o ódio daqueles que odeiam porque nasceram cheios de doenças e encobertos de miséria.
Demônio: Junta o ódio daqueles que odeiam porque sofrem fome e sede.
Demônio: Junta o ódio que sublia nos olhos dos revoltados escravizados e dos que sofrem injustiças e iniqüidades.
Demônio: Pega também o teu corpo e a tua alma e enche-os de ódio até a fronteira da loucura.
Demônio: Toma então esse mar de ódio e com ele varre a face da terra.
Demônio: Pede-me este ódio e eu te darei.
Demônio: Com ele terás poder, com poder terás o mundo.
Demônio: Muita coisa te darei se mim adorares tudo será teu.
Jesus: Retira-te Satanás, porque está escrito ao Senhor teu Deus adorarás e somente a ele serviras.
Demônio: Então mim expulsas?
Demônio: Escuta Jesus! Tu te gloria com o nome de Judeus julga ser a luz dos que erram nas trevas, mais ai estão tu e teu povo há 500 anos a espera de um messias.
Demônio: Aqui está quem tu expulsas, quem tem poder para fazer-te maior do que Moises que de uma leva de escravos desde uma nação busca o trono de Davi.
Demônio: Aqui está quem tu expulsas, quem tem poder para dar-te um trono maior do que o Tibério.
Demônio: Ai de ti Jesus de Nazaré.
Demônio: Ai de ti que terás teu corpo reduzido a cacos como um vazo de leiro.
Demônio: Ai de ti Jesus, Carpinteiro de Nazaré.
Demônio: Ai de ti que serás desprezados o últimos dos homens ,um homem de dores, homem ferido por Deus e Humilhado.
Demônio: Ai de ti Jesus, Carpinteiro de Nazaré.
Demônio: Ai de tu que terás a tua alma triste até a morte.


Sermão da Montanha

Jesus: Repousa sobre mim o espírito do Senhor, ungiu-me para anunciar a boa nova aos pobres. Enviou-me para pregar a liberdade aos escravizados dar aos cegos a luz dos olhos levar aos oprimidos a redenção para atribua o não da graça do Senhor.
Jesus: Pedro, André, Thiago, João. Voz sois os escolhidos.
Pedro: Eu não só mais que um pobre homem carregado de pecados.
Jesus: De voz farei pescadores de homens. Felipe, Bartolomeu, Tomé, Matheus, Thiago filho de Alfeu, Tadeu, Simão, Judas.
Cegos: Jesus, filho de Davi, daí-nos a tua luz.
Jesus: Bem aventurados, voz que sois pobres, vosso é o reino de Deus. Bem aventurados voz que tendes fome, sereis saciados. Bem aventurados voz eu agora chorais, sereis consolado. Bem aventurados os que tem cede de justiça, sereis justiçados. Bem aventurados os puros de coração, vereis a Deus. Bem aventurados os meigos, porque possuíram a terra. Bem aventurados os misericordiosos porque alcançaram misericórdia. Bem aventurados os pacíficos porque serão chamados filhos de Deus. Voz sois o sal da terra, voz sois a luz do mundo. Mas ai de voz que sois ricos, já tendes a vossa consolação. Ai de voz que estas fartos, sofrereis fome. Ai de voz que agora rides, haveis de andar de luto e chorar. Ensinaram vos o que foi dito: amares o teu próximo e terás ódio ao teu inimigo. Eu, porém voz digo, abençoai os que voz amaldiçoam e orai pelos que voz caluniam.
Mendigo: Do que adiantara perdoar se todos mim condenam?
Jesus: Sou eu que voz digo! Amai os vossos inimigos, fazei o bem aos que voz odeiam, então será grande a vossa recompensa e sereis filho do altíssimo. Ele que faz nascer seu céu sobre bons e maus e que faz chover sobre justos e injustos. Não julgueis, e não sereis julgados. Não condeneis, e não sereis condenados. Perdoai e sereis perdoados.
Mendigo: Dos antigos o que ouvimos foi: olho por olho e dente por dente.
Jesus: Conheceis os mandamentos: não matarás, não roubarás, não levantarás falso testemunho, não cometerás adultério, honraras pai e mãe. E digo mais, que os ricos vendam tudo o que tenham e distribuam com os pobres pois, mais fácil é passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no céu.
Mendigo: Se não tivermos campo nem colheita, como haverás de comer?
Jesus: Não vos preocupes com o que haveis de comer, de beber, de vestir. Não vale a vida mais que o alimento e o corpo mais que o vestido. Considerais os pássaros dos céus, não semeiam, nem recolhem em celeiros, vosso Pai celeste é que lhe dá de comer. Não sois a caso muito mais do que eles. E por que andais inquietos pelo o que haveis de vestir. Olhai como são belos os lírios do campo, não trabalham, não fiam, não tecem. E no então eu vos digo que nem Salomão em toda sua glória, jamais se vestiu como um deles. Se Deus vete assim a erva que hoje está no campo e amanhã será lançada ao fogo, quanto mais a voz, homens sem fé? Não andeis inquietos com o dia de amanhã, o dia de amanhã cuidará de si mesmo.
Pedro: Mestre, quando vira o reino de Deus?
Jesus: O reino de Deus está dentro de vos.
Cegos: Filho de Davi tem piedade de nós.
Cegos: Jesus filho de Davi cura os nossos males.
Mulher: Deixai-nos passar, queremos falar com o mestre, queremos falar com o mestre, queremos falar com o mestre.
Pedro: Agora não ele está ensinando.
Mulher: Por favor, é para que meu filhinho o veja.
Jesus: Deixai vim a mim a criancinhas. Não há detenhas porque delas é o reino de Deus. Se não voz tornades parecidos com as crianças não entrareis no reino de céus. Quem acolher em nome uma criança assim é a mim que acolhe. Mas ai de quem a escandalizar a um desses pequeninos que crêem em mim. Melhor for a que lhe atassem ao pescoço um a pedra de moinho e o jogassem ao fundo do mar.
Cegos: Filho de Davi cura os nossos males.
Cegos: Tem piedade de mim filho de Davi.
Jesus: O que queres que eu te faça?
Cegos: Faça que os nossos olhos se abram, Senhor!
Cegos: Senhor daí-nos a tua luz, meus olhos estão mortos.
Jesus: Credes que eu possa fazer isto?
Cegos: A tu, tudo é possível!
Jesus: Seja feita segundo a vossa fé.
Cegos: Eu vejo Senhor, eu te vejo Senhor.
Cegos: Eu te vejo mestre! Eu vejo Senhor.
Cegos: Louvado sejas o messias da Galiléia, louvado seja!
Jesus: Glorifico-te Pai Senhor do céu e da terra. Porque ocultaste estas coisas aos sábios e as revelaste ao simples. Vinde a mim todos voz que andais angustiados e oprimidos. Aprendei de mim que sou manso e humilde decoração e achareis descansos para vossas almas, pois a minha doutrina é leve e suave é a minha lei.
Pedro: Mestre ensinamos a rezar, como também João Batista ensinou a seus discípulos.
Jesus: Assim é que haveis de orar. Pai nosso que estas no céu. Santificado seja o teu nome. Venha a nós o teu reino. Seja feita a tua vontade, assim na terra como céu. O pão nosso de cada dia nos dá hoje e perdoa-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos aos que nos ofendem e não nos deixeis cair em tentação, mais livra-nos de todo o mau.
Informante: Mestre! Mestre! Jesus! Mestre! Mestre! Jesus! Jesus! Mestre! Sai retira-te daqui porque Herodes te quer matar.
Jesus: Vai e diz a Herodes que vou expulsando demônios e fazendo curas hoje e amanhã e só no terceiro dia terminarei, mas hoje amanhã e depois de amanhã tenho de caminhar. Porque não provem que o profeta pereça fora de Jerusalém.
Informante: João foi preso.
Pedro: João preso? Estes cães romanos!
Informante: Não foi Roma foi Herodes.
Pedro: Maldito. E o que diz o povo, que faz o povo? João precisa ser libertado.
Informante: Quando as espadas estão nos punhos dos soldados de Herodes, que pode fazer o povo? Quando as lanças estão nas mãos dos lesionários de Roma, que pode fazer o povo? Vem cá! Lança tua vista até o horizonte, vês alguma árvore? Aquelas sombras ao longe parecem de árvores, porque como árvores estão plantadas na terra, mais são cruzes. Antes milhares de árvores, agora cruzes, uma cruz para cada homem que se decidiu a falar ou agir.
Pedro: Devemos falar até que a última árvore seja transformada em cruz. Há mais homens sob o julgo de Roma que árvores nos montes da Galiléia.
Jesus: Vamos para Jerusalém!
Pedro: Vamos nós também para morremos com ele!
Jesus: Vamos, para Jerusalém!


Templo


Vendilhões: Bendito seja o rei de Israel! Glória nas alturas! Bendito seja o Pai de Davi que venha a subestimar! Bendito seja Israel!
Jesus: Tirai daqui essas coisas! Não está escrito que minha casa é casa de oração. Voz, porém a transformastes num covil de ladrões.
Caifás: Com que autoridade assim procedes?
Jesus: Destruí voz este templo e em três dias o reedificarei.
Caifás: Quarenta e seis anos levou a construção desse templo, e tu pretendes reedificá-lo em três dias?
Vendilhões: Este é realmente o profeta que devia vim a mundo!
Anás: Sabemos que és amigo da verdade. Qual é a tua opinião? É justo pagar tributos a Cesar?
Caifás: Temos de pagar, ou não temos de pagar os impostos de Cesar?
Jesus: Por que mim tentas? Mostrai-me a moeda do tributo.
Caifás: Eis o denário.
Jesus: De quem é está imagem e a inscrição?
Anás: De Cesar.
Jesus: Daí, pois a Cesar o que é de Cesar e a Deus o que é de Deus.
Caifás: Afinal, quem é esse?
Jesus: Eu sou a luz do mundo. Quem mim segue não anda em trevas e terá a luz da vida.
Anás: Até quando nos trazes na incerteza. Se és o Cristo, porque não o dizes abertamente.
Jesus: Já voz disse e não mim acreditastes.
Anás: És um impostor, que veste o grosseiro manto dos profetas para profetizar a mentira.
Caifás: Vamos apedrejá-lo!
Jesus: Por qual motivo queres apedrejar-me?
Caifás: Porque és um violador do sábado!
Anás: Porque tu sendo homem te fazes Deus!
Jesus: Eu sou o filho de Deus.
Anás: Continua blasfemar.
Povo: Blasfemar! Blasfemou! Ele está blasfemando. Ele está blasfemando cada vez mais. E a nossa honra!
Fariseu: Está mulher, foi apanhada em adultério, pois Cesar ordenou que se apedrejassem essas mulheres. E tu que dizes?
Povo: Vamos apedrejar! Vamos apedrejá-la! Vamos apedrejá-la!
I Príncipe: Se nada dizes vamos cumprir a lei. E te escolhemos para atirar a primeira pedra.
Fariseu: Que decides?
Jesus: Quem não tiver pecado, atire a primeira pedra! Mulher onde estão os que te acusavam, ninguém te condenou.
Adúltera: Ninguém Senhor!
Jesus: Nem eu te condenarei. Vais e tornes a pecar! Ai de voz Escribas e Fariseus, hipócritas! Sois semelhantes a sepulcros caídos, que por foram se apresentam formosos, mais por dentro estão cheios cadáveres e toda espécie de podridão. Também vós pareceis justos aos olhos dos homens, quando no interior estais cheios de roubos e de perversões.
Caifás: Com estas palavras ofendem também a nós doutores da lei!
Jesus: Ai de voz também, doutores da lei. Que sobrecarregai os homens de fardos insuportáveis, quando vós mesmos nem com um dedo tocais nesses fardos.
Caifás: Dura esta linguagem. Quem a pode ouvir?
Jesus: Isto voz escandaliza. E quando vides o filho do homem subir para onde estava antes. Jerusalém! Jerusalém, que mata os profetas e apedreja aqueles que te são enviados. Eis que a tua casa ficara deserta, pois voz declaro que não mim tornares a ver, até o dia em que todos dirão, bendito aquele que veio em nome do Senhor!
Anás: Este homem precisa ser detido imediatamente.
Caifás: Não agora.
Pedro: Saíamos daqui, provocaste a ira dos Príncipes e Sacerdotes.
Jesus: Pensas que vim trazer a paz a terra, não digo-te eu, mas a espada. Daqui por diante haverá discórdia entre cada ciclo em que se acharem na mesma casa, eu vim pra lançar fogo a terra e como desejo que arda.
Anás: Blasfêmias, vamos reunir o conselho.
Jesus: Há Jerusalém, se ao menos este dia que te é oferecido, soubesses o que te poderia te trazer a paz, porém agora, estas coisas estão ocultas aos teus olhos. Virão dias em que teus inimigos te cercaram de trincheiras e investiram contra te e atacaram por todos os lados. Derrubar-te-ão a te aos teus filhos e em todo o teu âmbito não sobraram pedra sobre pedra. Porque não soubesse-te conhecer o tempo em que foste visitado.


Última Ceia


Jesus: Tenho desejado ardentemente comer convosco esta páscoa porque não mais comerei outra antes da páscoa perfeita aquela que será celebrada no reino de Deus.
Pedro: Devíamos ter deixado a cidade.
Simão: Senhor saímos de Jerusalém ainda estão aberta algumas portas, podemos sair sem que nos vejam.
Pedro: Assim não poderão te prender.
Simão: todos nós te protegeremos.
Jesus: Em verdade eu vos digo, um de vos há de mim trair.
Pedro: Nós? Um dos nossos? Aqui onde há somente amor por ti não pode estar ao fel do traidor.
Jesus: Um de voz que come agora comigo há de mim entregar. Esta noite todos vos escandalizareis, pois está escrito ferirei o pastor e as ovelhas serão desperdiçadas. Mas depois de ressuscitado irei a diante de voz para Galiléia.
Simão: Ainda que todos se escandalizem de ti eu não mim escandalizarei.
Jesus: Simão, Simão, Satanás te reclamou por insistência para te juerar contra o trigo. Mas eu roguei por te para que tua fé não falte e tu uma vez convertido confirma os teus irmãos.
Pedro: Ainda que tenha de morre contigo não te negarei.
Jesus: Há Pedro, em verdade eu digo que ainda esta noite, antes que o galo cante duas vezes três vezes mim terás negado.
Pedro: Mais eu estou pronto a ir contigo para cárcere e para morte.
Jesus: O filho do homem vai para morte conforme estava escrito, mas ai daquele por quem o filho do homem foi traído mais valeria este homem não ter nascido.
Simão: Serie eu Senhor?
Pedro: Quem é?
Jesus: É aquele a quem eu der um pedaço de pão molhado. Tomai, comei, isto é o meu corpo.
Judas: Sou eu por acaso?
Jesus: Tu o desceste, tu deves saber o que tens a fazer faze-o depressa. Tomai e bebei dele todos, este é cálice do meu sangue da nova e eterna aliança que será derramado por voz e por todos os homens pelo perdão dos pecados, fazei isto em minha memória. Já não estarei convosco por muito tempo.
Pedro: Senhor para onde vais?
Jesus: Vou prepara um lugar para voz, depois que eu tiver ido e voz tiver preparado o lugar viverei novamente e voz levarei comigo. Para que onde eu estiver estejais voz comigo. E sabeis para onde vou e sabeis o caminho.
Simão: Senhor não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho?
Jesus: Eu sou caminho, a verdade e a vida ninguém chega ao pai se não por mim, acreditai sobre aminha palavra aquele que mim ama será amado pelo meu pai e eu o amarei também e mim manifestarei a ele.
Pedro: Por que de as de manifestar a nós e não ao mundo?
Jesus: Se voz fosse do mundo o mundo amaria o que era seu mais voz não sois do mundo eu é que voz escolhi de seu meio. Por isso o mundo voz odeia. E si o mundo voz odeia saibais que primeiro do que a voz o mundo mim odiou. Por eu voz dizer estas coisas a tristeza encheu o vosso coração haveis de ter aflições no mundo mas tende confiança eu venci o mundo. Em verdade eu voz digo se o grão de trio não for lançado a terra e morrer ficará a sós consigo mais se cair em terra e ai morrer produzirá muitos frutos. Não se enturme a vossa alma eu voz dou um novo mandamento que voz ameis uns aos outros como eu voz amei. Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pela vida do seu amigo amai-vos uns aos outros. Agora eu deixo este mundo e volto para junto de meu pai. Pai manifestei o teu nome aos homens que mim deste no mundo, estes agora conheceram que todas as coisas que mim deste vem de ti e conheceram verdadeiramente que eu sai de ti e creram que mim enviaste. Dei-lhes a tua palavra e o mundo voz odiou, Pai o mundo não te compreendeu não peço que os tire do mundo mais que os guardem do mal, eu não rogo somente por eles, mas por todos os que hão de crer em mim por meio de suas palavras. É chegada a hora em que o filho do homem vai ser glorificado, agora minha alma está abalada, que direi? Pai salva-me desta hora, mas se for precisamente para isto que mim sobreveio esta hora, Pai glorifica o teu nome.


Horto das Oliveiras


Jesus: João Pedro, Thiago. Ficai aqui e vigiai comigo. Rezai também para não sucobides a tentação. Meu Pai, se é possível, afasta de mim este cálice. João, Pedro Thiago, tu dormes Simão. Então não conseguiste vigiar uma hora comigo. O espírito está pronto, porém a carne é fraca. Dormi agora e descansai, eis que está próxima a hora do filho do homem que será entregue aos pecadores. Meu Pai se é possível afasta de mim este cálice de amargura no entanto se é indispensável que eu beba deste cálice, seja feita a tua vontade e não a minha.
Demônio: Tu não beberás se esta não for a tua vontade. Tu só beberás se esta for a tua vontade. Por ventura Elza criou a terra em confusão e fez estremecer os arreios. Também foste ferido com um simples mortal, foste longe demais como homem. Provocaste forte e poderosos ficaste perto demais com Deus desembeste fracos e escravizados os que te amam estão nus como encontrastes e campos e tribunais continuam cheios de violência.
Jesus: Bem aventurados os que têm sede de justiça serão justiçados.
Demônio: Continua esquecido e humilde, e frustrado a confiança dos infelizes. Os famintos roem ervas nos campos e ladrando como cães percorre a cidade em busca de comer uivando quando não se fartam.
Jesus: Bem aventurados vós que tendes fomes sereis saciados.
Demônio: Os órfãos são violentados, despojados os pobres e roubadas às viúvas, e os que não são mortos de dia são apanhados a noite.
Jesus: Bem aventurados vós que sois pobres vosso é o reino de Deus.
Demônio: Acaso levantaste do pó de sua Vidor e tiraste da miséria um indigente como fizeste o homem saber se ele é digno de amor ou digno de ódio
Jesus: Bem aventurados os meigos porque possuíram a terra.
Demônio: Não tiveste força para derrubar os que estão nos tronos e nem poder para livrar dos que estão nos arranhões. Os filhos do homem agora como antes são cheios de trabalhos, dores e amargura.
Jesus: Bem aventurados vós que agora chorais sereis consolados.
Demônio: Jesus de Nazaré, tu te fizeste profeta quando eles clamavam por um libertador.
Jesus: Bem aventurados os pacíficos porque serão chamados filhos de Deus.
Demônio: Jesus de Nazaré, tu não beberás basta que der aos homens os que eles querem. Dares ódio em vez de amor, dares guerra em vez de paz, dares terra em vez de céu.
Jesus: Pai, afasta de mim este cálice! Não que eu queira mais o que tu queres.
Demônio: Como homem morrerás e cairás como um príncipe qualquer, ai de ti Jesus, ai de ti, homem ferido por Deus e humilhado.
Jesus: Seja feita a tua vontade.
Demônio: Seja feita a tua vontade.
Jesus: Levantai-vos, vamos!
Discípulos: Vamos! Vamos!
Judas: Deus te salve mestre!
Jesus: Amigo a que vieste? Judas com um beijo atraiçoas o filho do homem. A quem procuras?
Soldado: A Jesus de Nazaré.
Jesus: Sou eu. A quem buscais?
Soldado: A Jesus de Nazaré.
Jesus: já disse que sou eu se é, pois a mim que buscais deixai ir a estes.
Pedro: Toma!
Soldado: Há!!!
Jesus: Pedro guarda tua espada, pois quem ferir com a espada pela espada morrerá.


Fórum de Pilatos


CAIFAS: Pilatos, Hoerodes te devolves Jesus de Nazaré!
ANÁS: Disse que tuu o julgues essa é a tua missão.
PILATOS: Trouxestes este homem sob a acusação de incitar a revolta. Como um agitador e pertubador da ordem pública. enterroguei em vossa presença e não encontrei culpa algumas dos crimes de que o acusais.
ANÁS: Isto é um absordo!
PILATOS: Nem Herodes tão pouco, nem vedes nada há contra ele que lhe faça merecer a morte.
CAIFAS: Mais isto é uma inresponsabilidade!
PILATOS:Vou portanto dar-lhe a liberdade!
ANÁS: Vais por em liberdade um criminoso, que aqui trazemos para que o condenes.
CAIFAS: Um homem submetido ao nosso conselho e considerado réu de morte.
ANÁS: Este homem é réu de morte!
PILATOS: É verdade que és o rei dos judeus?
JESUS: Tu o disestes, sim sou Rei. Para isto nasci e vim ao mundo, para dar testemunho da verdade. Toda homem que ama a verdade esculta a minha voz.
PILATOS: E o que a verdade? De quem é a verdade? Tua? Que afirma ser rei, que dizes ter reino e servos, e que impede que os teus homens lutem e te defendam. Que permites como rei que te prendam e ate as mãos. A verdade deles que aqui te trazem como bandido e falso rei para o qual pedem a morte? Ou a minha verdade que de tudo isto está farda! Diseste-me ser rei de uma reino o qual os homens não lutam e vivem sobre o império da verdade. os homens só não aceitam a luta quando lhe faltam ódio. Estais certos de que ele não é um louco?
ANÁS: Zombas de nós publicamente Pilatos.
PILATOS: Se ele não é louco? De onde vem então toda loucura que vos fez envadir todo o pátio e que convosco já sobe essas escadarias, vem a caso a loucura de dentro de voz?
CAIFAS: Além do ridículo, agora também nos injurias!
ANÁS: Este homem é réu de morte!
PILATOS: Obedecendo a tradição, pela páscoa sempre dou liberdade a um prisioneiro. Em nossas prisões encontra-se preso Barrabás. A quem queires pois que eu liberte, a Jesus de Nazaré ou o assassino Barrabas?
ANÁS: Barrabás?
PILATOS: Ou queires sangue somente.
ANÁS: Nada temos com Barrabás, trata-se desse ai.
PILATOS: Eu poderia vos dá sangue de agitador melhor do que esse.
PRINCIPE: Solta Barrabás!
PILATOS: Barrabás?
ANÁS: Morte a Jesus!
ESCRIBAS: Solta Barrabás!
ANÁS: Barrabás!
PILATOS: O que farei a esse a quem famai rei dos Judeus?
ANÁS: A morte!
ESCRIBAS: Morte ao Nazareno!
PILATOS: Vou castigá-lo e dar-lhe liberdade, açoitai a Jesus de Nazaré! Eis que vos apresento Jesus de Nazaré, eis o homens!
ANÁS: Crucifica-o!
CAIFAS: A morte!
PILATOS: Tomai-o e crucifica-o vós!
ANÁS: Sabe Pilatos que o direiito a 40 anos da morte nos foi tirado.
CAIFAS: Nós temos uma lei e segundo a lei ele deve morrer!
ANÁS: Ele deve morrer porque se fez filho de Deus.
CAIFAS: Diz que pe Cristo, o Messias.
PILATOS: Ele se diz isso? De onde és tu? Quem és tu? Levantam graves acusações contra te, pedem a tua vida e que eu te condenes e nada dizes? Então não sabes que tenho poder para te crucificar e que tenho poder para te dar a liberdade?
JESUS: Poder algum tu não terias sobre mim se do alto não te fosse dado, por isso, maior pecado tem quem mim entregou a ti.
PILATOS: Trazei Barrabás. Eis que cumpro minha palavra, conforme o vosso desejo Barrabás é livre.
POVO: Viva Barrabás!
PILATOS: Agora já que foi castigado soltarei também Jesus de Nazaré.
CAIFAS: Se soltas esse não amigo de Cesar.
ANÁS: Todo homem que se faz rei é contra Cesar.
PRINCIPE: E tu pretendes soltar em vez de condená-lo?
CAIFAS: Querés ser também acusado de traíção?
PILATOS: Basta! Acabe deassaltar-me uma impressão de que pareceis tes esquecido do tipo de autoridade ao qual vos estas dirigindo. Inesplicavelmente fugiu de vossa memoria que essa autoridade representa Roma. Eu é quem decido, a quem, quando e como se deve matar. Só Roma pode matar. Dizeis bem só eu posso condenar a morte. Já notaste isso, esse problema do poder, até mesmo o irracionais pode dar a vida, mas a dor, a injustiça, a morte, o mal enfim em toda sua dimensão, só pode ser imposto pelos poderos. Em resumo, sem o poder não há o mal. A impunidade é o manto sob o qual o mal florece. A proposito o que dizes?
PRINCIPE: Tu dizias que representas Roma.
PILATOS: E tu Caifás o que dizes?
CAIFAS: Que só tu podes matar.
PILATOS: e tu Anás?
ANÁS: Pretendia dizer. Tu Pilatos é que parece que esqueceste do tipo de autoridades ao qual estais subordinado. Fugiu de tua memória que essa autoridade se chama Tibério? E tu bens conhece o orgulho e a violência de Tibério.
PILATOS: E tu mim ameaças com ela?
ANÁS: És tu que te esponhe a ela.
PRINCIPE: Tibério precisa de um governados na Júdeia e esse agora és tu. Poucos podem obrigar a Tibério que esse governador deva permanecer essecialmente.
ANÁS: Pilatos, muitos porém podem impor a Tibério que Pilatos deixe-o de ser.
PILATOS: E tu por exemplo.
ANÁS: Herodes concertaza.
PILATOS: E Anás concerteza e Caifás concerteza, e todos voz podeis é claro, fazer com que Tibério tire Pilatos do Governo da Judéia, mas o que não podeis evitar é que a Judeia tenha um Governador Tibério, o que não podeis evitar neste momento é que este Governador seja Pilatos. Pilattos representando poder conquistador, o poder impune, o poder da morte, sobre vos Anás, vos Caifás, e vos outros Principes e Sacerdotes que aqui repesentais e apenas um povo subjulgado. Eis o vosso rei!
CAIFAS: Crucifica-o!
ANÁS: Crucifica-o!
PILATOS: Ei de crucificar o vosso rei?
ANÁS: Não temos outro rei se não Cesar!
PILATOS: Eis de crucificar o vosso Deus?
ANÁS: Não temos outro Deus, se não o Deus de Moisés.
PILATOS: Eu sou inocente do sangue desse homem, a voz pertence toda a responsabilidade. Que o seu sangue não caia sobre mim!
CAIFÁS: Que o seu sangue caia sobre nós e nossos filhos!
ANÁS: Caia sobre nós!
PILATOS: Que seja crucificado!


Via Sacra


MARIA: Será preciso todo esse sofrimento, João?
JOÃO: A palavra do profeta tem de ser cumprida não pode ser alterada!
MARIA: Exceto por Deus, exceto por Deus! Somente ele poderá alterá-la, pois ninguém pode excercer pressão sobre a sua mão ou sacear sua misericórdia. Ele que salva inocente e ovelha da boca do leão. Ele que proteje o cordeiro das garras afiadas da águia. Ele que cria e altera as ordens das estações e o caminho do mundo. Não poderá Ele, enviar um anjo pra deteriar a espada que ameaça a realização do sacrifício. Ele determinará o destino de meu filho, levando pra sentar a sua direita como foi predito pelas palavras do Rei Davi, o meu filho subirá aos céus como Elias numa carruagem de fogo!
JOÃO: Como Elias não, segundo a profecia Ele terá uma morte enfami, morrerá como homem qualquer desperesado e humilhado!
MARIA: Não! A Deus nada é impossível, Ele que pode modificar o curso do universo não seria capaz de apagar os pecados do mundo sem derramar o sangue de meu filho?
MADALENA: Vejam, ai vem Jesus!
MARIA: Pai celeste! Tem piedade de mim, não mim poupes qualquer sofrimento! Mais nao mim separes de meu filho! Meu filho!!
JESUS: Filhas de Jerusalém, não choreis por mim, chorais por voz e pelos vossos filhos, porque dias viram em que se há de dizer felizes as histeria, felizes a entranhas que não poderão conceber e os seios que no apoderam amamentar então os homens dirão aos montes cair sobre nós e as colinas. Se eles fazem isto ao meio verde o que acontecerá ao meio seco.

Morte de Judas

JUDAS: Vós que passais, detenha-vos!, Vós que os detivestes, olhai para mim pasmaio! Aqui está o homem Eu, Judas. Eu mesmo quando mim recordo minha sombra estremece toda aminha carne. Aonde ides com tanta pressa? Ver um Deus morrer?, Ha!Ha!Ha! Esse é o vosso destino, essa é a vossa vingança, a nossa vingança, assistir a morte dos Deuses, Ha!Ha!Ha! Eu traí Ele saia-lhes. Eis o que seu pai Deus dos exércitos mim disse: "Judas traidor, tu és o símbolo do mal!", pois que seja! Simbolo mal, simbolo da desgraça,simbolo da traição e da vergonha, do ódio do despreso e da pervesão. Lembra-te também que Judas que tudo isto è o teu filho e tua obra, pai do traídor. Por que mim fizeste mal? Por que não pudestes mim fazer bom? Por que fazes a morte subir pelas nossas janelas entrar nas nossas casas pra exterminar as nossa crianças nas ruas e os nossos jovens na praça? E por isso nos desses olhos? Para chorar a morte dos mortos e lábios para beijar os lábios dos mortos, e mãos para enterrar o corpo dos mortos!Espirito para recordar a lembrança dos mortos, ó basta de viver da morte, basta de viver dos mortos! Por que se dá vida aos amargurados de animo?
CONCIENCIA: Pergunta-me?
JUDAS: Quem és?
CONCIENCIA: Teu irmão da amargura!
JUDAS: Então nada tens a dizermes.
CONCIENCIA: Por que o traiste?
JUDAS: Há também a tua consolação é a miséria do homem, pois nao te consolarais da minha enfamia. A imensadão do seu amor mim sucova, e no infinito de sua misericórdia mim causavam náuseas. Ele tinha segredo queria matar o nosso velho Deus, acredita-lhes que seria possível viver sem o nosso velho Deus sem ira da sua voz e a implacável vinagança de sua mão, sem eterno furo de sua presença. Ha, Ele tinha também uma terrível e louca missão queria limpar-nos dos nossos pecados, carregar sobre ele os nossos pecados. O que seria de nós de nossa vida sem pecado, que seria de nós sem o de nosso Deus sobre nos e sem o seu ódio sobre os nossos inimigos?Diz-me, tu poderias viver assim? Sem ódio, sem vingança, sem pecado e sem remoço, sem nada que justificasse a vida!
CONCIENCIA: Não estamos falando de mim!
JUDAS: Nem de mim! De reprente tudo ficou vazio! Eu não sei mais onde está o começo, nem o fim, nem o por que das coisas. Apenas um emensso cançasso que mim escorre como água pelo corpo!
CONSCIENCIA: Vem comigo? Terais descanço absoluto!
JUDAS: É inutil é a alma também, um mar de amargura entrou-me pela boca e afoga-me o coração!
CONSCIENCIA: Vem! Para o descanso absoluto!
JUDAS: E "qua-lé" o teu descanso absoluto?
CONSCIENCIA:O que a morte dá!
JUDAS: Não morte, morte, não a morte!
CONSCIENCIA: Então vive com tuas lembranças, e teus remoços teu pecado, e teu disespero!
JUDAS: Morte sempre morte, apenas morte!
CONSCIENCIA: Ou jugas-te de antes a te clamar aos céus?
JUDAS: Se eu mim falar nem por isso se aplacarar a minha dor!
CONSCIENCIA: Então calas!
JUDAS: Se eu calar nem por isso se afastará de mim!
CONSCIENCIA: Então clamas o que te ajudas a desabafar, podes rir, chorar!
JUDAS: Não, não há mais risos nesses lábios, nem canções nesses ouvidos, nem mais pranto nos meus olho. Só desecanto no meu coração!
CONSCIENCIA: Vem, meu irmão do desispero? Vem comigo para a noite do homem, onde tudo se apaga, onde nada veras, nada ouviras, nada sentiras! Nem ódio, nem amor, nem pecado, nem perdão, nada, apenas nada!
JUDAS: Acabousse a minha fé e ela está banida da minha boca!
CONSCIENCIA: Deus não está mais contigo!
JUDAS: Não tenho mais pergtnas!Judas vai para a morte Deus do exércitos, contra minha vontade mim lanças-te ao mundo viu, contra tua vontade saí dele. Evitas se podes que Judas morra, evitas se pode que Judas destrua a má obra que fizestes! Satanás, em tua mão entrego o meu corpo!


Crucificação

Anás: Tu que destruirias o templo e em três dias o haverias de reconstruir, salva-te a te mesmo.
Soldado: Se és o rei da Israel desse agora dessa cruz e acreditaremos em ti.
Soldado: Tu que salvava os outros salva a te mesmo, salva-te a te mesmo. Si és na verdade o Cristo o eleito de Deus. Não te entregastes nas mãos de Deus, pois que ele venha te salvar se de fato te ama.
Soldado: Se és o rei da Judéia salva-te a te mesmo.
Jesus: Pai perdoa-lhes porque eles não sabem o fazem.
1 Ladrão: Não és tu o cristo, pois salva a te mesmo e salva a nós também.
2 Ladrão: Não temes a Deus quando sofre o mesmo suplicio. Nós sofremos os castigos d nossos crimes mais ele nada de mal fez.
1 Ladrão: Senhor lembra-te de mi quando entrares no teu reino.
Jesus: Em verdade eu te digo que ainda hoje estarás comigo no paraíso.
Maria: Meu filho!
Jesus: Mulher eis ai o teu filho, João ai tens a tua mãe. Meu Deus, meu Deus, por que mim abandonaste? Eu tenho sede, eu tenho sede, eu tenho sede. Tudo está consumado. Pai em tuas mãos entrego o meu espírito.


Madre Dolorosa


Soldado: Quebrem as pernas dos condenados.
Condenados: Ai! Ai!
Soldado: Não este está morto vou tratá-lo como um rei em combate.
Maria: Não!
Informante: Trago autorização de Pilatos para que mim entregues o corpo de Jesus.
Maria: Pobre filho quanto sangue, quanta ferida nessa carne dilacerada, quanta dor em teu corpo torturado, quanta miséria nesse rosto escarnecido, quanto horror pobre filho no teu cadáver esmaecido.

Ressureição

ANJO: Por que choras mulher?
MADALENA: É que tiraram meu Senhor e não sei onde o colocaram!
ANJO: A quem procuras ?
MANDALENA: A Jesus! Se foste tu que o tiraste dize-me onde puzeste e eu o levarei comigo!
ANJO: Por que procurais aquele que está vivo entre os mortos? Cristo ressusitou conforme tinha dito, ide ter com vossos irmãos e dize-lhes que Jesus subirá glorioso para o Seu Pai e Vosso Pai, para o Meu Deus e Vosso Deus, e que em 40 dias se cumpriram todas essas verdades, avisai a todos que sigam para Galiléia lá eles o veram!
MADALENA: Jesus vive! Jesus vive! Jesus vive!

30 comentários:

  1. Ótima idéia só queria mostrar alguns pequenos erros
    No Templo,até a cena da adúltera,as personagens marcadas como Anás e Caifás são,na verdade,o lFariseu e o l príncipe.

    Em Pilatos as frases "Solta Barrabás"e "morte ao nazareno"sao ditas pelo escriba disfarçado de popular.(essas duas frases foram gravadas por mim rss rss)
    Quero ver o resto do texto,inclusive a transcrição do sinédrio
    parabéns pela idéia

    André Lombardi

    ResponderExcluir
  2. Amo a paixão de Cristo, aqui onde moro Tamandaré-PE faz a paixão de cristo e é otima!!! Se juntase a de tamandaré com a estrutura de nova jerusalém, ficaria otimo!!!

    ResponderExcluir
  3. OLA SOU FÃ DA PAIXAO DE CRISTO DE NOVA JERUSALEM E PERCEBI ALGINS ERRO PRINCIPALMENTE NAS FALAS DO ANJO DO SEPULCRO QUANDO FALA COM MADALENA E PERCEBI OUTRA COISA NAO TEM O TEXTO DO ATO O BACANAL DE HERODES E NO TEMPLO VC TROCOU A FALAS DOS PERSONAGEMS COMO CAIFAS E ANAS ELES NAO FALAM MUITO NO COMEÇO DA CENA A NAO VI TAMBEM O TEXTO DO CONCELHO DO SINEDRIO REVEJA PROCURE VIDEOS dvds DA PAIXAO DE CRISTO DE NOVA JERUSALEM E RECORIJA O TEXTO TÁ ABRAÇOS CRITICA POR : Maurício

    ResponderExcluir
  4. Realmente falta algumas cenas. No título acima coloquei uma observação que faltava texto, não sei se você leu essa informação. A questão de troca das falas foi porque redigi esse texto escultando um cd com o audio da paixão de 2002 e não consegui destinguir a voz dos personagens. Valeu a dica, tô sem tempo de reparar esse erro, pois requer muito tempo, e tempo agora é algo que nao tenho. Obrigado pela observação, isso mostra realmente que o blog tá reunindo fãs do espetáculo pelo Brasil.

    ResponderExcluir
  5. Gostaria de saber quando você vai colocar o texto do bacanal de herodes?

    ResponderExcluir
  6. Floresta 26 de janeiro.
    Amigo depois de horas de pesquisa na internete sobre A PAixão...E principalmente procurando um texto, pois estamos começamdo a Hitória da PAixão em nossa cidade, encontro você!!!!!!!!e parte do texto. E então? agora vou precisar de sua ajuda.Por favor :) termine o texto rsrs Forte abraço e parabéns pelos trabalhos realizado

    ResponderExcluir
  7. Oi Sou Rodrigo Leal da Cidade de Monteiro paraiba, Sou o Diretor da Ceia do Senhor em Monteiro, que sera realizado no dia 05 e 06 de Abril em nossa cidade, olha eu gostaria de ler o texto de vocês, manda para mim, eu agradeço Muito, sim estou vendo um dia para ir assisti o espetáculo de vocês, como eu faço para falar com você pesoalmente?

    Meu Fone e (83) 99704269
    Rodrigo Leal de Lima
    Monteiro - PB
    ciaculturalviolarte@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rodrigo Leal, esse é um blog desenvolvido por um fã, com finalidade de reunir todos os tipos de informações e público sobre o espetáculo. Infelizmente não tenho nenhum contato com a produção, apesar de já ter tentado o reconhecimento da produção do espetáculo não obtive êxito. Com relação ao texto o que eu tenho redigido é o que está postado. Obrigado por ter entrado em contato e espero que vá assistir ao espetáculo. Siga o Blog! Obrigado!

      Excluir
  8. Boa Tarde !! este blog é realmente ótimo (digno de fã) só que ainda está incompleto, na minha opinião está faltando a trilha sonora completa, porque no site não estão todas as músicas e gostaria muito de obtê-las, eu tenho no meu email mas é com as falas dos personagens, se vc conseguiu todo esse conteúdo para o blog (que está de parabéns)um simples cd da trilha sonora completa não será tão difícil kkk.

    Desde já agradeço !!

    Elson Martins

    meu facebook:https://www.facebook.com/profile.php?id=100001975868816

    meu email :elsinhomartins@hotmail.com

    se puder postar o cd ou enviar por email eu agradeço eternamente

    Abraço

    ResponderExcluir
  9. No momento ainda não tenho a trilha sonora do espetáculo, vou tentar conseguir qualquer novidade te aviso. Agradeço pelo contato.

    ResponderExcluir
  10. aqui em paudalho tem a paixão do monte da fe a 3 melhor paixão do estado de pernambuco,ai eu queria saber quando e que vai colocar o texto do bacanal de heroedes por que aqui na escola que eu estudo, vai ter uma paixaõ de cristo ai eu queria......

    ResponderExcluir
  11. Olá,venho aqui lhe perguntar se você não tem o texto completo do espetáculo inteiro. Pois na minha cidade, a Igreja está querendo desenvolver a Paixão de Cristo, conseguimos o cd com falas, só que precisamos do texto inteiro. Se vc tiveer, nem que seja pedaços que estejam faltando me enviia, Por favor.

    Obrigado desde já!

    Email: caiiodantas_@hotmail.com
    Facebook: https://www.facebook.com/CaiiODantas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siim, seria se isso fosse rápido, pois já está muito em cima! Obrigado Novamente.

      Excluir
  12. Ola meu amigo,sou de São Gonçalo do Amarante, Rio Grande do Norte, e gostaria que vc postace alguns textos antigo da paixão de cristo,tenho um grupo aqui chamado TESAP ( teatro de santo do Potengi), Bairro dessa Cidade.Esse ano Utilizei algo do que esta postado nessa pagina. se possivel envia pro meu email: leonilson_leo n@hotmail.com..Amigo se poderes fazer isto te agradecerei.
    Grato Leonilson Leon
    Diretor do TESAP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha se for os textos referente aos espetáculos entre 2000 e 2008, não temos, pois vou atualizando os textos e não guardo os antigos. Tenho já o restante do texto que é o Bacanal de Herodes. Enviarei em breve para você.
      Agrademos o contato.

      Excluir
    2. pelo amor de Deus, me manda o de 20112! por favor
      meu email elaine_1808@hotmail.com

      Excluir
  13. Amigo gostaria que vc me enviasse o texto completo pois vamos começar a ensaiar aqui na nossa paroquia que se localiza na cidade de Ananindeua PA
    lucasctead@gmail.com / lucasalves2190@hotmail.com
    91 80935678

    ResponderExcluir
  14. Olá, gostaria do texto da paixão de cristo também.
    Grato
    damiao.professor@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Boa tarde.
      Gostaria que vc me enviasse o texto completo da paixão, vamos adaptar e colocar umas cenas da vida de jesus, se tiver o texto completo desde os profetas e puder me enviar seria ótimo!

      e-mail: eu.wanndson@hotmail.com

      Fico na espera, abraços!

      Excluir
  15. Amigo você poderia me enviar completo, por favor: cleciofarias@yahoo.com.br
    Grato.

    ResponderExcluir
  16. Somo de joinville, SC e também estaremos apresentando o teatro da paixão de cristo.
    Esta será a 14ª apresentação dentro dos 25 anos de caminhada e certamente é a peça mais emocionantes de todos os teatros que já realizamos até hoje.
    Estaremos apresentando na sexta feira Santa (A cruxificação)

    Santíssima Trindade Produções Grupo Jean Michel - Joinville- SC
    Fone:(47) 92231210 email:oda_ist@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  17. por favor alguem me envia o texto completo,preciso para ensaiar com meua alunos,. tenho o audio completo caso alguem precise.
    elaine_1808@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLÁ, PODERIA ME ENVIAR O ÁUDIO... obrigado
      MAURO SÉRGIO
      maurosergio36@hotmail.com

      Excluir
  18. por favor preciso do texto completo da paixão de cristo, gostaria de ensaiar com meua alunos para apresentar no mes de abril. tenho o audio completo da peça caso alguem queira podemos fazer uma troca. meu email: elaine_1808@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elaine, estou precisando muito do audio completo, caso você possa me ajudar, eu agradeço muito.

      Excluir
  19. O audio está disponível na página:

    http://amigosdapaixao.blogspot.com.br/2012/04/audio-do-espetaculo-2002.html

    Basta clicar na imagem referente a cena e realizar o download do audio do trecho escolhido.

    Att, Amigos da Paixão

    ResponderExcluir
  20. PODERIA ME ENVIAR O TEXTO COMPLETO, Por favor
    OBRIGADO
    maurosergio36@hotmail.com

    ResponderExcluir
  21. Olá Amigos da Paixão,

    Fico feliz que existe um blog com tamanha dedicação em mostrar este trabalho belíssimo da Paixão de Cristo em Nova Jerusalém. Também sou entusiasta da dramaturgia e principalmente pela beleza que é este espetáculo.
    O blog está de parabéns!! Mas meu intento aqui é solicitar de vocês o texto da Paixão de Cristo para que eu possa encenar aqui em minha cidade (Viçosa/AL) com minha turma de Crisma, já que eles gostam muito de participar de eventos teatrais e pretendendo com essa peça, tentar organizar com eles para 2015. Para assim movimentarmos a juventude que aqui se encontra sem atrativos.
    No mais agradeço. Segue meu e-mail: sergiovicosa@gmail.com
    Meu muito obrigado antecipado.

    Sérgio

    ResponderExcluir
  22. Alguém pode me enviar a peça completa?????? pelo email: luizlacerdaduarte@gmail.com

    preciso urgente!!!!!

    ResponderExcluir